2 Respostas

Tiago Figueiredo 01/07/2010 8:44 0 0

Os sofistas viajavam pelas pólis ensinando suas várias artes, em troca de pagamento. Sócrates não havia recebido pagamento por seus ensinamentos.
Os sofistas pensam que tudo deve ser avaliado de acordo com os interesses do homem e de acordo como ele vê a realidade social. Eram a favor da subjetividade.
Protágoras :”O homem é a medida de todas as coisas, das coisas que são, enquanto são, das coisas que não são, enquanto não são.”
Os sofistas eram pessoas que usavam difíceis formas de mostrar a “verdade” às pessoas, como jogos de palavras, códigos e mais códigos. A esse tipo de argumento, o chamaram de sofisma.

Resumindo, os sofistas acabavam totalmente com os fundamentos de todo o conhecimento, já que tudo era relativo e particularmente a se pensar individualmente de cada homem (subjetividade).

Sócrates travou uma polêmica profunda com estes, pois procurava um fundamento último para as interrogações humanas ( O que é o bem? O que é a virtude? O que é a justiça?), enquanto os sofistas buscavam algo mais subjetivo, sem preocupação com as virtudes, a justiça e o bem comum.

garota YR 01/07/2010 15:32 0 0

Os sofistas eram considerados PROSTITUTAS DO SABER .Ou seja,vendiam o conhecimento.
Sócrates era contra esse tipo de coisa.Pois achava que o conhecimento deveria ser acessível a todas as pessoas não somenta à aquelas que possuem dinheiro.

Responder