6 Respostas

Catrine Kovac 01/03/2011 10:29 1 1

Porque o ano dura 365 dias e 6 horas.
A cada 4 anos, temos um dia a mais (4 anos x 6 horas = 24 horas, um dia). Convencionou-se acrescentar este dia em Fevereiro, o que gerou o dia 29 de Fevereiro de cada ano chamado de bissexto. =)
beijokas

JP 01/03/2011 10:31 2 1

“Explicação sobre o fato de o mês de fevereiro ter 28 dias.
No ano de 46 a.C. o imperador romano Júlio César promoveu uma reforma no calendário: um dia foi acrescentado a cada quatro anos – daí o ano bissexto – e os meses passaram a ter, alternadamente, trinta ou 31 dias. Nos anos bissextos, o mês de fevereiro, que já tinha 29 dias, ficava com trinta. Em 44 a.C., no segundo ano de vigência desse calendário Juliano, o Senado decidiu homenagear o imperador e propôs que o mês Quintilis – que tinha 31 dias – passasse a se chamar Julius (julho). Trinta e seis anos depois, em 8 a.C., o nome do oitavo mês, Sextilis, foi mudado para Augustus (agosto) em honra para o então imperador César Augusto. Mas, como o mês escolhido para homenagear Augusto tinha trinta dias, um a menos que o de Júlio César, optou-se por tirar um dia de fevereiro – que ficou com 28 dias – e adicioná-lo a Sextilis. Para manter o critério de alternância do Calendário Juliano – um mês com trinta, outro com 31 dias –, já que agosto ficou com 31 dias, setembro passou a ter 30 e assim sucessivamente.”
http://super.abril.com.br/superarquivo/1…

Já ouvir dizer q vai do bom senso do cartório: se nasce antes do meio dia registra-se 28/2, se depois das 12:00horas dia 1/3. Tenho um primo que é registrado dia 1/3 nasceu as 18h. Ontem soube de um aniversário de uma meninha q ainda “não fez” aniversário pois só tem 3 anos. Ela ficou com ficou no dia 28/2.

“Há uma tendência de se achar que as pessoas que nascem no dia 29 de fevereiro “só fazem aniversário a cada 4 anos”. Isso não é verdade, pois assim como as demais pessoas o “primeiro aniversário” é calculado adicionando-se 365 dias à data de nascimento. Por exemplo, um bebê que nasceu no dia 29 de fevereiro de 1996 comemorou seu primeiro aniversário 365 dias depois que nasceu, ou seja, no dia 28 de fevereiro de 1997. O mesmo ocorreu em 1998 e em 1999 mas, a partir dai, novamente faz-se como as outras pessoas, ou seja, adiciona-se 366 dias, pois o ano seguinte será bissexto. O resultado será uma festa de aniversário de 4 anos no dia 29 de fevereiro de 2000.

O raciocínio anterior é o que deve ser o adotado para uso legal ou então só obteríamos a licença para dirigir automóveis quando tivéssemos 72 anos de idade! É comum, no entanto, que os nascidos no dia 29 de fevereiro comemorem de modo especial o seu dia de nascimento a cada 4 anos e portanto são considerados por alguns como pessoas muito diferentes das demais. Mas é, claro, isto é só superstição!

É pena que muitos pais de crianças que nascem no dia 29 de fevereiro fiquem com receio sobre a data de aniversário dos seus filhos e consigam fazer o registro civil como se os filhos tivessem nascidos no dia 28 de fevereiro (ou 1 de março). Como resultado, não é fácil encontrar pessoas que tenham nascido no dia 29 de fevereiro e possuam essa informação corretamente registrada em seus documentos

renataitaliana 01/03/2011 10:32 1 0

biblicamente falando e por causa que josue parou o sol e a lua quando foi tomar a cidade de jerico e tambem por causa do relogio de acaz la em ezequias que voltou 10 graus…….. cientificamente Nos últimos tempos da sua monarquia, por volta do século VI a.C., os romanos adotaram um calendário baseado nas mudanças de fase da Lua, com 355 dias distribuídos em 12 meses. O ano começava em março e terminava em janeiro, sendo que os meses tinham 29 ou 30 dias. Fevereiro, o décimo-primeiro mês, era considerado de mau agouro e ficou com apenas 28 dias. Mas, durante o Império, em 46 a.C., sob o governo de Júlio César, houve uma mudança significativa: o calendário passou a se basear no ciclo solar. Os meses, então, mudaram todos para 30 ou 31 dias, somando 365 no período de um ano. Nesse mesmo período, foi instituído o ano bissexto – mudança inspirada no calendário dos egípcios -, com um dia adicional a cada quatro anos. Em 44 a.C., no segundo ano de vigência do calendário juliano, o Senado decidiu homenagear o imperador e propôs que o mês Quintilis, com 31 dias, passasse a se chamar Julius (julho).
Três décadas depois, em 8 a.C., o nome do oitavo mês, Sextilis, foi mudado para Augustus (agosto), em honra ao então imperador César Augusto. Como um César não podia ter mais dias que o outro, agosto – que tinha originalmente 30 dias – ganhou mais um, retirado de fevereiro, que ficou com 28. Para manter o critério de alternância do calendário instituído por Júlio César, setembro passou para 30 dias e assim sucessivamente. Bem mais tarde, já no século XVI, o papa Gregório XIII inaugurou um novo calendário, corrigindo algumas distorções do sistema romano. Mas o calendário gregoriano, adotado até hoje pelo mundo cristão ocidental, não mexeu no número de dias de fevereiro.

não enteressa pra vc palhaço 20/09/2013 23:12 3 0

eu q esse site é uma merda , é a maior imitação do yahoo q merdaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

laila 20/09/2013 23:14 1 0

bom ,Porque o ano dura 365 dias e 6 horas.
A cada 4 anos, temos um dia a mais (4 anos x 6 horas = 24 horas, um dia). Convencionou-se acrescentar este dia em Fevereiro, o que gerou o dia 29 de Fevereiro de cada ano chamado de bissexto.

http://super.abril.com.br/superarquivo/1…

joão 20/09/2013 23:15 0 0

Responder