4 Respostas

Ana Carolina 15/02/2011 14:00 0 0

Reformule sua pergunta, porque a resposta mais óbvia é: porque a pessoa que inventou a filosofia era grega!!kkkkkkkk
Você não quer saber como ou quando a filosofia surgiu na Grécia?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Espero te ajudar de alguma forma!!

Não é possível fazer tal afirmação, pois é difícil precisar o instante – se é que houve um – em que a história do pensamento filosófico começou. Poder-se-ia considerar, talvez, os mitos e as lendas que nos chegaram como primeiras tentativas de explicação do mundo e de seus fenômenos, mas essa seria uma empresa arriscada . Essa fase da aventura humana perdeu-se em milênios de caminhada, e hoje, envolta em mistérios, pouco ajuda a elucidar como o homem iniciou a jornada que o acabaria levando à filosofia e à ciência.
Para resolver esse impasse, estudiosos e especialistas elegeram como ponto de partida os séculos VI e V. a.C. Nesse período, testemunhas do surgimento de homens como Sócrates (Grécia), Buda (Índia) e Lao-Tsé (China), toma forma um pensamento mais aberto à nossa compreensão, o qual, herdeiro das tradições culturais de um passado ainda mais remoto, é também marco de uma etapa que levaria o homem a procurar o sentido do mundo e da vida na própria realidade, na própria natureza.
Eu, particularmente, creio que os pioneiros da filosofia surgiram na Jônia, colonia fundada na costa asiática da Grécia por antigos micênios, que ali se refugiaram das invasões dóricas. Pouco se sabe a respeito de seus pensamentos. Desses textos restaram apenas fragmentos. Essas idéias chegaram a nós por intermédio das versões apresentadas pelos pensadores que vieram depois, e que os apresentam como “primeiros filósofos”. Não fosse isso, eles talvez ficassem conhecidos como escritores com pretensões vagamente científicas, com suas investigações peculiares sobre a natureza.
Pela tradição clássica Tales, nascido em Mileto, é considerado o primeiro filósofo, Viveu provavelmente entre o final do séc. VII e meados do séc. VI a.C. Matemático e astrônomo, previu o eclipse do Sol de 585 a.C. Diz-se que, distraído, teria caído num poço quando contemplava os astros. Mas comenta-se, também, que foi um hábil negociante, e que prosperou muito por causa da astúcia. De seu pensamento só ficaram interpretações formuladas por outros filósofos, que lhe atribuíram uma idéia básica: a de que tudo se origina da água.

Beijusssss e boa noite

Estrela 15/02/2011 15:32 0 0

O nascimento da filosofia surge numa altura em que as religiões desde a Grécia à China atravessavam uma fase de enorme turbulência, assistindo-se ao aparecimento de movimentos reformadores que conduziram à criação de novas religiões. Nestes movimentos é nítido um processo de progressiva abstracção das concepções religiosas: os deuses tornam-se em princípios ou ideias abstractas, e assumem uma vocação cada vez mais universal, sendo secundarizadas as suas raízes étnicas ou nacionais.

Alguns autores, como Karl Jaspers, e mais recentemente Mauritio Adriani integram a aparecimento da filósofia no âmbito de um movimento renovação do pensamento religioso, marcado pela universalização e a procura de uma razão comum a todas as coisas.

KÉFREN 15/02/2011 15:34 0 0

O capitalismo explorador e escravista que reina até hoje baseado na teoria das diferenças e da pseudo participação político-social, teve como modelo o alienado estado de Roma.

Como todos os valores romanos foram transladados para a nossa sociedade ocidental, aliás, a qual foi delineada até o presente momento ( basta ver os EUA como uma Babilônia moderna), nada mais justo do que esperar que todo o sentido do classicismo da antiguidade fosse absorvido como âmago principal.
A pseudo democracia atual nasceu da Grècia e estivou consigo todo um cabedal de valores eminentemente greco-romanos, dispensando a sabedoria Egípcia, Pérsico-Arábica, Chinesa e Hindu.

Ao estudar essas vertentes, vemos como a filosofia ocidental é limitada.

Responder