Anônimo 20/05/2011 05:05 Família
Avatar

Gravida e marido Drogado!!!?

Meu marido foi durante muitos anos viciado em drogas , quando o conheci ele tinha parado estamos juntos a dois anos e estou grávida e 5 meses , mas esse tempo que estamos juntos ele usou no começo na minha gestação , mas ele não sabia que estavagrávidaa nem eu passei muito nervoso pois nunca tinha visto alguémm cheirado , fiquei muito assustada agora depois de 5 meses e chegou bêbado do trabalho e saiu provavelmente só volta amanhã de manha ,pois da outra vez ele fez isso tmb, não sei o que fazer pois fui mandada embora grávida meu processo só sai em agosto não tenho pra aonde ir , nem dinheiro nem nada muito menos com quem contar sai de casa , mas com um trabalho e ganhando bem tenho 28anos , mas meu pai é super rígido e não aceita mulher grávida na casa dele minha mãe foi embora éramos novos ele estava sendo um marido super bacana , mas eu não posso suportar criar minha filha em um ambiente de drogas.Ele esta sustentando a casa , mas tenho medo dele recair de vez e não ir mais trabalhar e eu passar fome faltam ainda 4meses pra o bebe nascer , moro em sp capital, o que eu faço?

4 Respostas

Pietra Beck 20/05/2011 17:43 0 0

AMANHA ACABA O MUNDO, RLX

Thayná Nunes 20/05/2011 17:44 0 0

Eu acho que vc deve conversa com ele ,e falar que ele vai ser pai e tem que ser mais responsável pois ter um filho não e brincadeira. Se ele realmente for legal com vc ele vai entender , e vai ajudar vc cm o bebé .felicidades pra vc !

juliana 20/05/2011 17:57 0 0

Conversar com ele é a solução.
mas por favor ,quando ele estiver bêbado ou drogado evite ,se tiver algum lugar para você ir e voltar quando ele tiver sóbrio é melhor .
Boa sorte e deixe bem claro que não quer cria sua filha ao lado de uma pessoa drogada e viciada..

fique com deus!!!!

Renato Giglio 21/05/2011 15:53 0 0

O primeiro ponto é você conversar com o seu pai, explicar a situação das drogas (diga que só descobriu agora o problema dele) e que você não quer mais ficar ao lado dele. Peça ajuda e se ele não quiser ajudar, procure um advogado, pois se não me engano, seu pai é obrigado a te ajudar, mesmo você já sendo de maior.

Responder