Anônimo 31/01/2011 08:01 Seguros e Registros
Avatar

É justo ter que pagar dpvat atrasado?

Acho uma injustiça essa lei que nos obriga a pagar seguro obrigatório atrasado. Imposto tudo bem, mas a justificativa do seguro na minha opinião não se aplicado aos atrasados uma vez que se o veiculo permaneceu parado não haveria a possibilidade de provocar acidentes, então pra que pagar seguro. Falo isso porque tive um acidente com meu carro e como usa a moto normalmente deixei o mesmo guardado para posteriormente consertar, passou três anos e agora sou obrigado a pagar o seguro obrigatório atrasado, acho um absurdo. Deve ser somente no Brasil que ocorre esse tipo de irregularidade, não pode uma lei dessas ser justa. Pra que serve mesmo o seguro obrigatório, não seria para pagar as despesas das pessoas acidentadas? Como pode um veiculo parado sem condições de rodar envolver-se em acidentes? Comentem por favor.
Além de tudo que disse não existe perfil para o DPVAT, nunca me envolvi em acidentes e pago o mesmo preço que pessoas que já sofreram vários acidentes, sou contra a privataria, mas acho que deveria privatizar o seguro obrigatório e que várias empresas de seguros participassem para haver concorrencia e o consumidor sair beneficiado, pois da maneira que está é um roubo, além da tal da taxa de licenciamento que é outro assalto, não o IPVA mais caro do mundo?

10 Respostas

setejulio 31/01/2011 16:04 0 4

Tem que pagar o atrasado porque, naquele ano, todo mundo pagou, porque só você não pagaria???

Diogo Leal 31/01/2011 19:18 0 3

Cara, mas como vão saber que seu veículo ficou parado três anos? Não há como. É injusto que pague por um veículo que ficou parado, concordo. Mas se alguem que utilizou o veículo disser também que ficou parado? Não há como saber se de fato o veículo estava rodando ou não. Por isso que todos, sem excessão, tem que pagar.

Essa verificação que você acha que seria justa (e de fato seria) não teria como funcionar, abririam precedentes para milhares de fraudes. Muitos deixariam devedor vários anos, e no momento de quitar, aleariam que o veículo estava parado, e não há como ter um sistema para tal comprovação.

A priori, não vejo solução para este problema. Terá que pagar mesmo, mesmo sendo injusto. O que digo é que mesmo se quisessem, não teria como fazer essa diferenciação, daqueles que rodaram ou não.

Quanto a abertura do DPVAT para outras seguradoras, com pratica de perfil, não daria certo. Aqueles que se envolveram em muitos acidentes, pagariam muito mais, e ficariam indignados, pois é um seguro obrigatório, então alegariam que não podem pagar, e certamente alguma autoridade concordaria, expedindo algum benefício a estes. Então, como é um seguro obrigatório, tem que ser igual á todos.

Att,

DIOGO LEAL
Corretor de Seguros
comercial@diogolealseguros.com.br
http://www.diogolealseguros.com.br

edson 25/09/2012 2:30 1 0

Se o carro andar sem seguro ou licença é preso e guinchado, se ele ficou guardado é justo pagar a licença e seguro só do ano em vigência … acho isso errado tbm .. carro parado não precisa de seguro e nem licença, se andar sem multa e apreensão, fácil !

odilar 22/11/2012 12:41 0 0

Acho que e so no BRASIl que somos obrigados a pagar por algo que não usamos.Se a moto ficou parada não e justo pagar.

Daniele 03/01/2013 16:58 0 0

Eu penso que nao deveriamos pagar o atrasado visto que ja passou, e nao pagando logo nao teriamos direito ao seguro se no ano vigente sofressemos algum acidente, eu tenho seguro de vida para toda a minha familia e seguro do meu carro se eu deixar de pagar simplesmente perco. E tem mais ate onde sei é bem burocratico o processo de recebimento, agora caberia a cada um aceitar ou nao, nos ja pagamos diversos impostos que de acordo com nossos governantes são direcionados a saude, se qualquer um precisar acredito que ja estaria mais que pago um atendimento hospitalar. Mas como tudo nesse pais nao podemos optar por querer ou nao somos obrigados e ponto

gbs 07/01/2013 7:30 0 0

Queria alguem para dar um jeito nesse pais

Wlad 17/01/2013 10:10 0 0

Só nao entendi uma coisa, vc diz que sofreu um acidente e teve que parar o carro, ok. Depois disse que nunca se envolveu em um acidente e por isso teria que pagar menos. ” existir um perfil, como seguradoras ” Pera ai, teve ou não uma acidente?

CIDADÃO INDIGINADO 17/01/2013 12:52 1 0

INFELIZMENTE MORAMOS NUM PAÍS DE CORRUPTOS NO QUAL ELES FAZEM AS LEIS POR ISTO EMPRESÁRIOS QUANDO SE ALIA A POLÍTICOS = MÁFIA , IMPOSTOS GIGANTESCOS ,SAFADEZAS ,ENRIQUECIMENTO ILÍCITO , IMPUNIDADE , INJUSTIÇA SOCIAL ,ETC…
O DPVAT TEM QUE SER FACULTATIVO POIS JÁ PAGAMOS IMPOSTOS MAIS DO QUE SUFICIENTE !
QUEREM QUE VOCÊ PAGUE A CONTA DA INCOMPETÊNCIA DOS GOVERNOS EM ADMINISTRAR OS IMPOSTOS HONESTAMENTE ! OBS : SÓ DEFENDE ESTE ESTADO DE COISAS E NÃO DESEJA MUDANÇAS QUEM TÁ GANHANDO COMO NO EX. DO COMENTÁRIO DESSE CORRETOR ACIMA ( DIOGO LEAL).

BRASIL MOSTRA TUA CARA ! QUERO VER QUEM PAGA…..

Gilson 14/04/2013 2:55 0 0

Mas se voce ficou com o seu veiculo parado na garagem por tres anos sem sair dela, seria prudente de sua parte ter vendido o mesmo, pois assim eviatria estas despesas todas e ainda que seu veiculo sofresse devalorização. deu mole não concorda?
E como disse muito bem o nosso companheiro acima, como poderia o estado saber se voce estava ou não usando o seu veiculo?, os desonestos iraim deitar e rolar, afinal aqui é Brasil meu amigo.

Indignado com algumas respostas 28/05/2013 16:41 0 0

PENSAR ANTES DE RESPONDER NÃO DOI!!
Quem acha que o pagamento é devido, ou não leu o que foi escrito, ou realmente tem muita dificuldade de entender as coisas.
Também não interessa se o cidadão resolveu deixar o carro parado 10 anos na garagem. Se o carro desvalorizar o problema é do dono. Não cabe a nenhum energúmeno fazer um juízo de valor a respeito.
Quanto a obrigatoriedade de pagar o seguro dos anos em que o carro ficou parado é o MÁXIMO dos absurdos.
Não poso utilizar hoje o seguro de anos anteriores, portanto é LÓGICO que este não deve ser pago.
Se é feita a cobrança de um seguro de ano vencido, evidentemente cabe uma ação judicial para reaver um valor cobrado indevidamente.

Responder